Todos os artigos de coimbracanal

Criar e Comunicar a Imagem do Produto Cinematográfico

A capacidade de criar uma marca é essencial para o sucesso de um produto. Tendo em conta que a imagem é a forma de comunicação mais directa, este módulo articula algumas formas de criar uma marca através da imagem. 
A formação em Branding e Comunicação Visual pretende dotar os participantes de autonomia na criação e difusão de materiais de comunicação para a Web, com particular incidência na divulgação e promoção de obras e ou iniciativas, directa ou indirectamente, relacionadas com o universo cinematográfico considerando as diferentes etapas de activação e comunicação de uma marca e o seu comportamento nos diversos canais estacionários e digitais. Olhar-se-á ainda para as estratégias de desenvolvimento de uma estratégia de comunicação concertada de um filme, olhando ao caso prático desta edição do curso de cinema ‘cinemalogia’; a curta-metragem Horizonte Artificial.
Esta oficina é coordenada por Eduardo Nunes, Director Criativo,  licenciado em Comunicação e Design e Multimédia pela Escola Superior de Educação de Coimbra e Mestre em Design e Multimédia pela Universidade de Coimbra, e Pedro Vaz, Designer, mestre em Design e Multimédia pelo Departamento de Engenharia Informática da Universidade de Coimbra e antecedente licenciatura em Comunicação e Design Multimédia pela Escola Superior de Educação de Coimbra. Eduardo Nunes e Pedro Vaz são co-fundadores do colectivo Nefasto, vencedores do Prémio Jovem Cineasta Português do CINANIMA e do Grande Prémio Nacional do FEST Film Festival

As inscrições continuam disponíveis em www.caminhos.info/cinemalogia/inscricao

11º Festival das Artes | Luz e Sombra

O Festival das Artes entra na sua segunda década com o fulgor dos primeiros anos, com um tema e um programa que vão marcar a cultura da Região Centro neste Verão.
Coimbra vai vestir-se de “Luz e Sombra” para receber concertos, exposições, filmes, colóquios, entre muitos outros momentos em que se vai fazer cultura.

Este ano vamos voltar a ter iniciativas que resultaram muito bem no ano passado, como o cinema em formato “drive-in”, desta vez com o filme “Cinema Paradiso”, e a viagem literária que nos vai levar de Coimbra à Figueira da Foz pelas letras de Jorge de Sena. Também no capítulo da Literatura, vamos celebrar o centenário de nascimento de Sophia de Mello
Breyner Andresen, com uma homenagem a essa grande figura da nossa
cultura. O Festival das Artes vai receber em estreia mundial um bailado
ritmado pela sua poesia que promete ser um espetáculo único. Outro dos momentos altos deste ano será a vinda a Coimbra dos Alma Nuestra com Salvador Sobral, numa parceria com o Festival QuebraJazz. É a prova de que a cultura se deve fazer em regime colaborativo, somando competências, recursos e públicos. Desde sempre que esse espírito de cocriação nos acompanha, e este ano não fugiremos à regra, com parcerias com a Câmara Municipal de Coimbra, o Festival Cistermúsica, a Universidade de Coimbra, o Fila K Cineclube, o Museu Nacional Machado de Castro e o já referido Festival QuebraJazz.
Sem todos eles o Festival das Artes de 2019 não seria o mesmo. Por isso deixo aqui um agradecimento pela fantástica colaboração que este ano e nos anteriores recebemos destes e de outros parceiros, e deixo também um convite a todos vós para que venham este ano assistir aos espetáculos que em conjunto vamos criar.

Miguel Júdice
Director do Festival das Artes

veja aqui a programação

Os Quatro e Meia – Adeus, Menino Do Barco Negro

Nascemos e vivemos num país especial. A música portuguesa é rica na sua sonoridade e singular no poder que as palavras conferem às letras. Os Quatro e Meia prestam tributo a três dos mais influentes músicos portugueses, que muito contribuíram para a identidade da música nacional e do grupo. À fusão de “Adeus, Que Me Vou Embora” (António Variações), “Barco Negro” (Amália Rodrigues*) e “Menino do Bairro Negro” (José Afonso), Os Quatro Meia chamaram: Adeus, Menino do Barco Negro Adeus, Que Me Vou Embora Letra e Música: António Variações Barco Negro Letra: David Mourão-Ferreira Música: Caco Velho/Piratini (Brasil); Menino do Bairro Negro Letra e Música: José Afonso Arranjos musicais: Os Quatro e Meia Gravação e Edição de Som: João Santiago (Submarine Sound Studios) Gravação de Imagem: Nelson Teixeira Edição e Montagem: Mário Ferreira Color grading: Nelson Teixeira Agradecimentos: António Pinho, David Quinteiro, Maria Beatriz Nogueira, Maria Rita Nogueira, Cafetaria do Museu

Gala do desporto de Ansião

O Coimbra Canal vai transmitir em direto a Gala do desporto de Ansião.

O Município de Ansião vai levar a efeito a Gala do desporto e dos 20 anos dos Jogos Desportivos de Ansião , dia 12 de Julho pelas 21 horas na nova sala “corporate” no Centro de Negócios de Ansião.

O evento é reservado a convidados, representantes das instituições várias do concelho, nomeados e familiares pelo que será transmitido em direto pelo Facebook e MEO Canal para quem desejar assistir ao evento.

O evento pretende reconhecer e homenagear os agentes que se tenham destacado no desporto e no dinamismo associativo do concelho, na última época desportiva, incentivando todos os envolvidos a melhorarem as suas prestações e a captarem mais praticantes.

E SE 17 – Controlo e Automação Industrial – Indústria 4.0

Este programa foi gravado durante da apresentação do livro “Controlo e Automação Industrial – Indústria 4.0” que se realizou no dia 16 de Maio, na livraria Bertrand (Centro Comercial ALMA em Coimbra). O “E se…” é um Programa de J. Norberto Pires, para o Coimbra Canal, com a realização de Rijo Madeira. Este episódio, pela relevância das intervenções, reflete uma visão e uma estratégia industrial e de cooperação universidade-indústria para Coimbra. Com Amílcar Falcão, Ana Lehmann, António Mira, Luis Simoes da Silva, Ricardo Patricio, Frederico Annes (Lidel Edições Técnicas) e J. Norberto Pires. Participação especial do Grupo de Bandolins da Casa Museu Fernand Namora

Festas de Santa Cristina – Condeixa – 18 a 24 julho

De 18 a 24 julho, Festas de Santa Cristina em Condeixa.

Dia 18 – Wet Bed Gang e The Singles

Palco Tasquinhas: Banda Ice

Dia 19 – Bandazona e Dj Rob Duartez

Palco Tasquinhas: Low Kost

Dia 20 – Fernando Daniel, Dexys e Museness

Palco Tasquinhas: Ruizinho Penacova

Dia 21 – Cuca Roseta e Sara Ribeiro

Palco Tasquinhas: Tó Miau e Sílvio

Dia 22 – Blaya e Easyloop

Palco Tasquinhas: Roda Viva

Dia 23 – Rouxinol Faducho e Sede Bandida

Palco Tasquinhas: Ruizinho Penacova

Dia 24 – 10h – Cerimónias oficiais do dia do Município

Dia 24 – 16h – Cerimónias Religiosas em honra de Santa Cristina

XX Summer Cup Volleyball – Lousã 2019

Torneio Internacional de Voleibol Jovem de 3 a 7 de julho em cinco municípios do Centro de Portugal

Chegam hoje à Lousã os dois mil participantes do XX Summer Cup Volleyball

Decorreu hoje na Lousã a receção das equipas, árbitros e fisioterapeutas do Torneio Internacional de Voleibol Jovem Summer Cup, que começa oficialmente na quarta-feira, 3 de julho, a partir das 14h30 nos pavilhões de Lousã, Miranda do Corvo, Góis, Vila Nova de Poiares, Serpins, Cernache e Coimbra. Durante esta terça feira, cerca de 30 equipas efetuaram a credenciação, sendo as restantes esperadas na manhã de quarta-feira, tendo sido os franceses os primeiros a chegar à Lousã.

Hoje foi igualmente dia de receção dos voluntários que vão arbitrar os 674 jogos do Summer Cup 2017. No encontro de boas vindas, os voluntários recordaram as regras e procedimentos a adotar durante o torneio internacional de voleibol jovem. O coordenador-geral do torneio, Luís Vidal, reitera que “só é possível realizar o Summer Cup com a colaboração empenhada dos voluntários trazendo toos os anos o rejuvenescimento do torneio e criando uma forte ligação à região e ao Summer Cup.

O dia de hoje termina com a Welcome Party, na Fan Zone instalada junto ao Pavilhão Municipal n.º 1, da Lousã. A primeira festa do Summer Cup 2019 é animada pelo DJ Duarte e proporciona o primeiro momento festa extra competição entre atletas, treinadores, árbitros, colaboradores e organização. Reencontram-se amizades e começa o ambiente único da confraternização entre jovens de vários pontos da Europa e de todo o País, tendo também este ano a participação de uma equipa colombiana.

Amanhã, 3 julho, quarta-feira, o torneio arranca com a realização de 27 jogos em simultâneo sendo um dos momentos mais esperados por proporcionar reencontros e reedições de finais e semifinais de anos anteriores do Torneio Summer Cup. No primeiro dia realizam-se 106 jogos.

O torneio realiza-se em três fases, a primeira em que todas as equipas dos quatro escalões, jogam com todas, a segunda fase, que se realiza na sexta. A fase final decorre no fim de semana, realizando-se os jogos das finais os escalões no pavilhão n. 1 da Lousã. Todos os jogos serão disputados a 3 sets obrigatórios, sendo o 3º set igual ao 5º set dos jogos oficiais. Só os jogos de cruzamentos que ditam a classificação final serão disputados a 5 sets.

O Summer Cup, que decorre nas instalações escolares, nomeadamente na componente do alojamento e refeições, tem o apoio do Desporto Escolar e da Federação Portuguesa de Voleibol.