viterbo2

A coisa aqui está preta como sempre

Sansão Coelho em 6.março.2015

Isto da ACADÉMICA/OAF não anda favorável a tiradas humorísticas, mas há sempre alguém que diz não, há sempre alguém que resiste à vil hipótese da tristeza da descida. Leiam, por favor, esta “oração” que foi enviada para o Coimbra Canal, a qual, não sendo a canção Oração com que António Calvário ganhou o primeiro Festival RTP da Canção (amanhã, celebra mais uma edição ao ser escolhida, à noite, a canção para Viena de Áustria) tem subjacente um tom de quem nos quer … dar música. Eis o seu teor que reproduzimos com a vénia devida:

“Oração” A São José Viterbo do Calhabé

Acreditai, Amado Viterbo, ser ainda possível a nossa salvação das penas imundas da Segunda Liga. Nós te glorificamos e pedimos uma vitória no próximo domingo contra os Cónegas de Moreira e que mantenhas afastados os pontas de lança opositores da nossa área e que estes só rematem de longe e torto. Acreditamos no teu academismo e bem-fazer futebolístico e rogamos para que não soframos mais até final da época a angústia da derrota ou mesmo dos empates em casa. Perdemos logo de início, na primeira eliminatória, a nossa Taça de Portugal de Todos os Sonhos, mas fazei, Amado Viterbo, que depois de termos perdido também a Taça da Liga e nunca termos conseguido ganhar em casa para o Campeonato, que aconteça, agora e na hora da nossa ansiedade, o Milagre da Multiplicação dos Pontos para mantermos o estatuto que nos dá Brio. Nós te rogamos ainda a capacidade de treinares os nossos jogadores com a tua mestria e alta classe e ainda com a cagança desse excelso academismo que é uma coisa do caraças que não se consegue explicar, mas que se sente muito cá dentro. E como sabeis nós já não pedimos uma ida à Europa, nem à Europa dos Pequenitos que também se foi daqui, mas pedimos, com esperança e alento, que o Marinho se glorifique em golos e que as balizas dos adversários possam ir ao encontro das bolas rematadas pelos nossos atletas.
Fazei, Viterbo, com que o milagre aconteça já neste domingo por obra e graça dos nossos jogadores. Nós te seguiremos, Briosa – tal como a aniversariante Mancha Negra – para o céu se lá fores jogar; e por ti morreremos de amores de forma sempiterna que é para entrarmos à borla… e de capelo.
Assim seja sempre.

Interatividade: sansaocoelho@coimbracanal.com