Arquivo da Categoria: Divulgação

48 HORAS CEIRA CHALLENGE

48horas

O CONCURSO 48H CEIRA CHALLANGE 2017 é uma iniciativa da Cooperativa Social e Agro – Florestal de Vila Nova do Ceira, CRL., fundada a 20 de abril de 1968, com a sua sede no Largo de Igreja, freguesia de Vila Nova do Ceira, concelho de Góis.

O concurso tem como principal objetivo associar a criatividade e a imagem aos locais da região de Vila Nova do Ceira.

Destinatários: O concurso é dirigido a toda a população Nacional, de forma a divulgar as valências e os pontos de interesse da região, a todos os potenciais visitantes.

Natureza do Projeto: Os trabalhos desenvolvidos serão de tema livre e os participantes tanto podem realizar uma curta metragem, assim como um videoclip musical, timelapse, animação, videoarte, ou algo ao seu gosto, desde que seja apresentado em formato de vídeo (todas as propostas terão de ser produzidos localmente e dentro do período das 48 horas do desafio).

Capitão Fausto Têm os Dias Contados

Os Capitão Fausto irão apresentar ao vivo o seu disco “Capitão Fausto Têm os Dias Contados” no próximo dia 21 de Abril, pelas 21h30m, no Teatro Académico Gil Vicente, em Coimbra

“Somos uma banda rock de Lisboa”. A simplicidade com que os Capitão Fausto se descrevem desarma qualquer um. Porque é assim que se sentem e é assim que vivem.

A história de Tomás, Salvador, Francisco, Manuel e Domingos tem o seu primeiro capítulo em 2011, com “Gazela” – o Álbum de estreia. Ali encontramos a urgência das canções juvenis, dos hinos popque se cantam e sabem sempre a pouco.

Em 2014 “Pesar o Sol” chega aos escaparates. E é neste segundo Álbum (muitas vezes o tudo ou nada de tantos Artistas) que se impõem como uma das mais originais e criativas propostas donosso país. Defendem-no ao vivo, com Espectáculos memoráveis nos grandes e pequenos festivais, nos clubes, nos Teatros, um pouco por todo o Portugal que os recebe e obriga a crescer.Como cresce exponencialmente a sua base de fãs, agora transformada em legião.

Em 2016 são as canções de “Capitão Fausto Têm os Dias Contados” que os levam a superar todas as expectativas. Pouco mais de 30 minutos de música e palavras, em modo pop recheado deprimor e requinte, que contam as estórias de vida de cada um dos Capitão Fausto, mas que são muito mais que isso, porque crescer é para todos. Não se poupam os elogios e os aplausos, quechegam em catadupa. Os Capitão Fausto “afirmam-se como a voz de uma geração”, diz quem sabe. E esta geração quer elevar a clássicos imediatos as oito canções que lhe são oferecidas.

A promessa é agora certeza e o primeiro lugar do Top nacional de vendas é uma das consequências. Incontornáveis, chegam ao primeiro lugar do Top Cision (que avalia a visibilidade mediáticados Artistas nacionais).

Num ápice esgotam (em menos de uma semana) os dois Espectáculos de apresentação no Lux, em Lisboa. Passam pelo Rock in Rio, Super Bock Super Rock, Festival de Paredes de Coura, FestivalSol da Caparica.

2016 confirma que os Capitão Fausto são, finalmente, uma aposta segura. Uma aposta no bom gosto musical e na sensibilidade apurada. Uma aposta na criatividade e no fulgor de uma banda queparece imparável. “Amanhã Tou Melhor” será seguramente um dos refrões mais cantados de 2016.

Em 2017 os Capitão Fausto apresentam o novo Álbum nas salas mais nobres do nosso país: os Teatros. E serão estes Teatros a mostrar a Banda que soube como crescer ao lado dos fãs. A mostrara Banda que renasce a cada disco, que se renova com o cuidado de quem  quer construir uma carreira sólida, de uma forma aparentemente galopante mas sem o torpor do deslumbramento.

Para os Capitão Fausto “Os Dias Estão Contados”. Porque crescer é inevitável. E sabendo isso, vão continuar a fazê-lo nesta Digressão de Teatros.

 

Coimbra Canal – informação

COIMBRA CANAL é um serviço de programas de televisão de informação geral, cultura e lazer distribuído pela Internet a partir de Coimbra e inspirado na Sociedade do Conhecimento numa estética que procura a vanguarda e divulga a inovação.

O Coimbra Canal divulga essencialmente noticias de arte, musica e cultura de eventos que decorram em Coimbra e na Região Centro.

Envie-nos as suas noticias para:

press@coimbracanal.com

 

O Coimbra Canal transmite eventos em direto com régie multi-camera em HD.

Conferências,  debates, espetáculos, jogos de diversas modalidades, galas, eventos…

Contate-nos para conhecer as nossas condições.

Prescrição e Caducidade no âmbito dos Serviços Públicos Essenciais

Prescrição e Caducidade no âmbito dos Serviços Públicos Essenciais

Muitos dos consumidores são confrontados com facturas por pagar dentro do âmbito dos serviços públicos essenciais como as telecomunicações, a energia, a água, a internet, etc referentes a um, dois ou mais anos.

Ora, se receber uma factura por parte do prestador de serviços a cobrar serviços prestados há mais de seis meses, esta factura encontra-se prescrita. Todavia para beneficiar da prescrição terá de a invocar perante o prestador de serviços ou se já tiver sido instaurada acção judicial ou injunção, a mesma terá de ser alegada no próprio processo para que o juiz a conheça.

Situação diferente é se por qualquer motivo, incluindo erro do prestador do serviço, tiver pago uma importância inferior ao que correspondia ao consumo efectuado. Neste caso o direito do prestador ao recebimento da diferença caduca dentro dos seis meses após o pagamento inicial.

Em qualquer um dos casos o prestador de serviços tem seis meses contados após a prestação do serviço ou do pagamento inicial para propor acção judicial ou a injunção, sob pena do seu direito caducar.

Se tiver dúvidas, obtenha informação junto da ACOP – Associação de Consumidores de Portugal. Nós ajudamo-lo!

ACOP – Associação de Consumidores de Portugal
R. Vilaça da Fonseca, 5 – Villa Cortez
3030-321 Coimbra
Tlf. 239 404733
http://acop.planetaclix.pt

cartazvs410cm

Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância

A Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens (CNPDPCJ) e as Comissões de Proteção de Crianças e Jovens de todo o país associam-se, desde 2008, na organização de atividades no âmbito do Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância, que se assinala no mês de Abril.

Assim, a CPCJ da Lousã irá realizar, ao longo deste mês, um conjunto de ações e atividades de sensibilização e prevenção, contando com a colaboração de diversas entidades locais: Agrupamento de Escolas, Escola Profissional, ARCIL e CLDS 3G, ACTIVAR/Espaço J, Cáritas Diocesana de Coimbra e outras doutrinas religiosas professadas no concelho da Lousã. As ações que serão desenvolvidas fazem também parte dos eixos de intervenção do plano de ação do Projeto Local “Tecer a Prevenção 2017-2019”, cuja apresentação pública decorreu a 4 de novembro de 2016, na Biblioteca Municipal Comendador Montenegro.

Divulgação Mês dos Maus Tratos 3 (1)

The Legendary Tigerman apresenta novo disco

Paulo Furtado / The Legendary Tigerman apresenta novo disco – a banda sonora do filme ORNAMENTO & CRIME – no Teatro Académico de Gil Vicente, dia 17 de abril, às 21h30. A exibição do filme conta com a presença especial do realizador Rodrigo Areias e do músico Paulo Furtado para o lançamento do disco da banda sonora do filme, e de uma conversa no final do filme com Rodrigo Areias, Paulo Furtado, Carlos Antunes (CAPC – Círculo de Artes Plásticas de Coimbra) e António Olaio (Diretor do Colégio das Artes da UC), com moderação de Susana Lobo (NARC – Núcleo de Arquitetos da Região de Coimbra)

Corrupção, arquitetura e música:
Rodrigo Areias e The Legendary Tigerman, em ORNAMENTO & CRIME

Um filme policial, numa estética de filme Noir, que aborda temas como a corrupção, extorsão e arquitetura. Detetive Espada e a sua amante vivem num mundo corrupto e juntos realizam esquemas de extorsão. A corrupção vive dentro da sociedade, entranha-se na política, na prostituição. É contada a história protagonizada por este detetive privado, enquanto tenta encontrar uma saída desta cidade.
ORNAMENTO & CRIME, do realizador Rodrigo Areias, chega ao Teatro Académico de Gil Vicente trazendo consigo perspetivas sobre o crime, homenagens à arquitetura e ao filme de ambiente Noir.

A película estreou em 2016, mas passa por Coimbra com um apontamento especial. Dia 17 lança-se, oficialmente e com a presença do artista The Legendary Tigerman, o disco da banda sonora oficial de ORNAMENTO & CRIME. Nesse mesmo evento pode-se ainda contar com a presença do realizador Rodrigo Areias. À semelhança do filme ESTRADA DE PALHA (2012), Rodrigo Areias junta-se a The Legendary Tigerman e Rita Redshoes para a composição da banda sonora do filme.

A ligação à arquitetura é nítida durante a película e Rodrigo Areias fala de um tributo ao arquiteto Fernando Távora. “O filme partiu do desejo de fazer uma homenagem a Fernando Távora. Sendo Guimarães, de alguma forma, a “cidade-Távora”, interessava-me pegar em todos os aspetos da sua arquitetura e mostrá-los da maneira menos óbvia, que não fosse o bilhete-postal da cidade”, afirmou Rodrigo Areias, em entrevista ao Diário de Notícias.

Pela sua ligação à arquitetura e artes, no final da visualização do filme o palco do TAGV abre espaço para uma conversa/debate entre o realizador Rodrigo Areias, Paulo Furtado (The Legendary Tigerman), Carlos Antunes (diretor do Círculo de Artes Plásticas de Coimbra), António Olaio (diretor do Colégio das Artes da Universidade de Coimbra), com a moderação de Susana Lobo (NARC – Núcleo de Arquitetos da Região de Coimbra).

Rodrigo Areias, produtor e diretor cinematográfico, ficou conhecido pelos filmes ESTRADA DE PALHA (2012), CINEMA (2014) e ORNAMENTO & CRIME (2015). A nível de estudos, começou pelo curso de Gestão na Universidade Católica Portuguesa. No entanto, foi em Som e Imagem que se licenciou, pela Escola das Artes da mesma instituição.  Na Tisch School of Arts da Universidade de Nova Iorque especializou-se em Realização Cinematográfica e realizou um programa de produção Eurodoc. No mundo da música criou vídeo-arte e videoclipes para vários artistas da música rock portuguesa como The Legendary Tigerman, Wray Gunn, Mão-Morta, Sean Riley, entre outros. Foi em 2001 que iniciou o seu caminho na produção e, desde esse ano, já produziu mais de 70 curtas, longas, documentários e vídeos. Destacam-se, também, as películas TEBAS e CORRENTE, filmes que lhe permitiram representação em mais de 50 festivais internacionais e a obtenção de uma dezena de prémios.

The Legendary Tigerman, de nome original Paulo Furtado, autodenomina-se, na sua página de Facebook, como um “One-man-band, old-school with fresh brains, playing & recording all the instruments live”. Tem como inspiração musical as raízes da música Blues. O artista, vocalista e músico blues lançou vários álbuns desde 2001: NAKED BLUES (2001), FUCK CHRISTMAS, I GOT THE BLUES (2003), MASQUERADE (2006), FEMINA (2009) e o mais recente, TRUE (2014). O músico já teve os seus discos lançados por grande parte da Europa e passou, em modo concerto, por Portugal, França, Espanha, Bélgica, Inglaterra, Brasil e Japão. Na sua imensa rede de instrumentos costumam ser seus companheiros de palco a guitarra, a harmónica, bateria, microfone, pedais de percussão, instrumentação eletrónica e Kazoo, tudo isto em modo “homem-orquestra”. Com Rodrigo Areias, em 2012, com o filme ESTRADA DE PALHA, à semelhança de ORNAMENTO & CRIME, criou a banda sonora da película, em conjunto com a artista Rita Redshoes.

FESTIVAIS E PRÉMIOS
Viennale Festival Internacional de Vienna
Lisbon & Estoril Film Festival Secção Descobertas

DURAÇÃO
1h30

Exposição “made in Lousã” – 8 de abril a 29 de maio

O Museu Municipal Prof. Álvaro Viana de Lemos, acolhe a Exposição “made in Lousã” de 8 de abril a 29 de maio.

“made in Lousã”, é um projeto lousanense criada em 2014 que consiste na criação de peças únicas e intemporais, com um design arrojado e moderno.

A matéria prima utilizada são essencialmente troncos e raízes de árvores mortas da Serra da Lousã, surgindo a oportunidade de lhes dar uma segunda função, dando ênfase às suas características, aliado a outros materiais como a pedra e o ferro.

1

«Vigésimo Oitavo» dia 8 de abril

Cooperativa Bonifrates, com o seu projeto Júnior, estreia «Vigésimo Oitavo», com guião e direção de João Paulo Janicas, no dia 8 de abril, às 19h00, no Colégio de S. Bento (Anfiteatro 3) da Universidade de Coimbra.

«Vigésimo Oitavo» é um projeto performativo da Bonifrates Júnior, integrado na XIX Semana Cultural da Universidade de Coimbra. O título alude ao artigo sobre a educação da Convenção sobre os Direitos da Criança. Esta performance, composta por cenas ao vivo e cenas filmadas, questiona a possibilidade de, no mundo atual, formar indivíduos conscientes e livres, face do abismo entre aqueles que acedem à educação e aqueles que crescem diminuídos pelas grilhetas do obscurantismo, da pobreza ou da tirania.

O projeto foi construído com os jovens atores a partir de material informal, jornalístico, literário e fílmico, com referências a personagens de obras de Soeiro Pereira Gomes, Marjane Satrapi, Zlata Filipovic, J.K. Rolling, Malala Yousafzai, Peter Weir, J.D. Salinger e Nick Hornby, entre outros.

Performances parciais/filmagens 5 [QUA], 6 [QUI], 7 [SEX] de ABRIL| Espaços exteriores da Universidade de Coimbra

ASSISTÊNCIA INFORMAL

Performance final 8 [SÁB] de ABRIL | Colégio de S. Bento (Anf. 3) | 19h00

ENTRADA GRATUITA mas sujeita a reserva dada a lotação limitada da sala.

A reserva de bilhetes pode ser efetuada através do email; bonifratesbilheteira@gmail.com

ou pelo telefone 916 615 388.

O espetáculo tem a duração aproximada de 60 minutos (sem intervalo).

Os bilhetes das reservas devem ser levantados até meia hora antes do espetáculo.

cartaz vigésimo oitavo