Todos os artigos de coimbracanal

Bruno Aleixo nomeado embaixador dos “Caminhos da Região de Coimbra”

A personagem de humor Bruno Aleixo é o embaixador dos “Caminhos da Região de Coimbra”, uma nova rede de trilhos pedestres que promovem e valorizam os corredores de património natural da região, dinamizada pela Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM Região de Coimbra). Por meio do humor cáustico próprio do Bruno Aleixo, o grande objetivo é promover os recursos naturais da Região através de pequenas rotas, perfeitas para se fazer num dia, às Grandes Rotas do Alva, Bussaco e Mondego, que proporcionam vários dias de caminhadas e experiências associadas. 

 A Região de Coimbra é marcada por uma grande variedade de recursos naturais que compreendem desde a zona costeira e a paisagem gandaresa, ao vale do Mondego, passando pela extensa mancha florestal que culmina nas serras.
Assistindo-se hoje à necessidade de evasão dos grandes aglomerados e a um crescente interesse pela prática de atividades e desporto ao ar livre e em contacto com a natureza, os destinos com uma forte componente natural, que permitem a conciliação do conceito de isolamento social com a descoberta e contacto com a natureza, são certamente uma das tendências de turismo em Portugal.

Além de um conjunto de pequenas rotas para estar em comunhão com a natureza, descobrir aldeias perdidas no tempo, recordar tradições e provar algumas das melhores iguarias regionais, os “Caminhos da Região de Coimbra” incluem quatro grandes rotas que proporcionam vários dias de caminhadas e experiências: a Grande Rota do Alva (106 km), a Grande Rota do Bussaco (56 km), a Grande Rota do Mondego (124 km) e o Caminho Natural da Espiritualidade (67 km).

Um total de mais de 700 quilómetros de rotas municipais e intermunicipais que sofreram um reforço das condições físicas de apoio à visitação para afirmar a Região de Coimbra como um destino turístico de excelência, nomeadamente a requalificação de caminhos e percursos, sinalética, estruturas de observação e de relação com a natureza, unidades de visitação e de apoio ao visitante, rotas temáticas, estruturas de informação e suportes de comunicação e divulgação.

Igreja de Coimbra: Chegou a Hora!

Pelas 16h, na Sala do Capítulo do Mosteiro de Santa Cruz, teve lugar a tertúlia “Igreja de Coimbra: chegou a hora!”, que em ‘Dia da Igreja Diocesana’ procurou partilhar perspectivas e desafios sobre a missão pastoral da Igreja de Coimbra. Esta tertúlia teve como painel Sílvia Monteiro, médica cardiologista; Ana Filipa Santos, arquiteta; Isabel Gaspar, diretora executiva nacional do Alpha e o Padre Rodolfo Leite, pároco da Unidade Pastoral da Mealhada. Contou ainda com a palavra de encerramento do Bispo Diocesano, D. Virgílio Antunes.

DEBATE – ZARAGATOA. UMA IGREJA PARA ALÉM DA PANDEMIA!

Veja os cinco episódios do Programa Zaragatoa, gravados no Seminário Maior de Coimbra.

Episódio 1 – Uma conversa moderada pelo jornalista João Campos (Diretor adjunto do Diário de Coimbra) entre o Pe. Nuno Branco sj (diretor do CUMN) e o Pe. Nuno Santos (reitor do SMC) intitulada: Zaragatoa. Uma Igreja para além da pandemia!

Episódio 2 – Uma conversa moderada pela médica Sílvia Monteiro (Médica Cardiologista no CHUC) entre o Diogo Conceição (Médico no CHUC e no INEM) e o Carlos João Diogo (Project Manager at Critical Software) intitulada: Zaragatoa – Igreja Pós Pandemia! – Serviço [diaconia] e empowerment.

Episódio 3 – Uma conversa moderada Karina Dantas entre o João Paiva (Professor Universitário) e o Rui Fernandes (Arquiteto da CMSoure) intitulada: Zaragatoa – Igreja Pós Pandemia! – Comunidade [koinonia] e novas geografias.

Episódio 4 – Uma conversa moderada Rita Loureiro (Enfermeira no CHUC) entre o Pe. Duarte Rosado, sj. (Mestre de noviços e colaborador no CUMN) e o Alberto Seiça (Investigador da Universidade Nova de Lisboa) intitulada: Zaragatoa – Igreja Pós Pandemia! – Liturgia [liturgia] e a digitalização.

Episódio 5 – Uma conversa moderada Agostinho Franklin (Diretor do Diário As Beiras) entre a Margarida Mano (Prof. Universitária da FEUC, ex-ministra e ex-deputada) e a Liliana Pimentel (Prof. Universitária da FEUC e Vice-presidente da CMCondeixa-a-Nova) intitulada: Zaragatoa – Igreja Pós Pandemia! – Testemunho [martiria] e presença.

DEBATE – ZARAGATOA. UMA IGREJA PARA ALÉM DA PANDEMIA!

Transmissão em direto, domingo, 7 de junho de 2020 às 21h30, a partir do Seminário Maior de Coimbra, uma conversa moderada Agostinho Franklin (Diretor do Diário As Beiras) entre a Margarida Mano (Prof. Universitária da FEUC, ex-ministra e ex-deputada) e a Liliana Pimentel (Prof. Universitária da FEUC e Vice-presidente da CMCondeixa-a-Nova) intitulada: Zaragatoa – Igreja Pós Pandemia! – Testemunho [martiria] e presença.

DEBATE – ZARAGATOA. UMA IGREJA PARA ALÉM DA PANDEMIA!

Transmissão em direto, domingo, 31 de maio de 2020 às 21h30, a partir do Seminário Maior de Coimbra, uma conversa moderada Rita Loureiro (Enfermeira no CHUC) entre o Pe. Duarte Rosado, sj. (Mestre de noviços e colaborador no CUMN) e o Alberto Seiça (Investigador da Universidade Nova de Lisboa) intitulada: Zaragatoa – Igreja Pós Pandemia! – Liturgia [liturgia] e a digitalização.

União Audiovisual – recolha de alimentos

O setor audiovisual faz parte do grupo empresarial que viu todos os seus eventos cancelados como consequencia da pademia Covid 19, colocando em situação difícil muitos dos seus trabalhadores.
Surgiu assim um grupo que serve única e exclusivamente para dar ajuda a quem trabalha no ramo audiovisual, que esteja a precisar de BENS ALIMENTARES.
Por muito que nos custe, as ajudas são direcionadas para os trabalhadores dos audiovisuais: técnicos de espetáculos, artistas, maquilhadores, cabeleireiros, catering, produtores, encenadores, .. etc.
Devido ao enorme pedido de ajudas o grupo está a tentar trabalhar organizado para evitar a confusão que foi esta ultima semana, tentaremos nos organizar da melhor maneira possível.
Não se esqueçam que nós nunca fizemos nada que fosse parecido com isto. Esta ideia surgiu porque sabemos que muitos dos nossos colegas estão ou vão passar por dificuldades .
Se tiverem conhecimento de alguém que precise de ajuda por favor contactem os administradores.
Não serão efectuadas ajudas financeiras, somente bens alimentares.
O objectivo primordial do grupo é e será a recolha e distribuição de bens alimentares de uma lista que iremos apresentar e atualizar semanalmente.
O grupo vai organizar dias específicos de recolha e de entrega de alimentos.
Existe uma sondagem criada pelo Pedro Tomás no secção de comunicados do grupo que serve para ajudar todos os membros a organizarem-se localmente.
No caso das outras regiões do pais para além de Lisboa, será o responsável dessa área a combinar essa logística de recolha e entrega de bens.

Alimentos para recolha:
Massas, Arroz, Óleo Alimentar, Enlatados(feijão, sardinhas, atum, salchichas, Temperos(sal, polpa de tomate, Knorr), Legumes(cenouras, cebolas, alho), Fruta(laranja, maças), Leite, Pão de Forma, Bolachas, Açúcar, Farinha, Batatas.

QUARTA-FEIRA, DIA 20 DE MAIO – COIMBRA
10:00 – 11:00 | NO PARQUE DE ESTACIONAMENTO DO ALDI ( junto ao Convento São Francisco).
11:30 – 12:30 | RETAIL PARK EIRAS